Curitiba respira cultura

Em busca de fugir do grande movimento do carnaval, procurei uma cidade que tivesse “fama” de ser mais calma nessa época. Entre muitas pesquisas encontrei Curitiba, local onde o desenvolvimento cultural e sustentável é de grande destaque no país.
dsc_0609Sempre tento me organizar o melhor possível quando vou viajar, para conseguir aproveitar tudo o que o lugar me oferece. Nessa viagem agi da mesma forma. Em Curitiba esse trabalho se tornou um pouco mais fácil, já que lá existe um ônibus turístico que nos leva para aos principais pontos da cidade. Ele tem o valor de R$40 reais, e te dá direito a 4 paradas em pontos diferentes, e passa de 15 em 15 minutos.
dsc_0762Além de ter conhecido toda a cidade em dois dias, escolhi 8 pontos turísticos para dar prioridade nesse passeio de ônibus (também conhecido como jardineira). Irei descrever abaixo um pouco de cada dia que passei em Curitiba:

1º dia
Cheguei num domingo, dia em que acontece a popular feira do Largo da Ordem. Apesar de estar um pouco cansado da viagem, não podia perder essa oportunidade. Chegando na feira me surpreendi positivamente, a feira é tudo o que falam e um pouco mais. Além de ser gigantesca, ela tem ótimos preços, objetos inimagináveis e um trabalho artesanal lindíssimo.
untitled-2Passei o dia na feira, e a noite fui conhecer o famoso restaurante Madero, que também foi uma outra surpresa boa. O lugar, conhecido por ter o melhor hambúrguer do mundo (que eu comi e comprovei o fato), também tem um ambiente super agradável, estiloso, e uma sobremesa caseira deliciosa.

2º dia
O segundo dia de viagem, foi o primeiro de passeio de ônibus. Organizei tudo de acordo com os dias de funcionamento de cada espaço cultural e, apesar dos receios de acabar não conseguindo ir em tudo,  no final deu tudo certo. Como cada passeio tinha direito a quatro paradas, como falei acima, nesse dia escolhi parar no Bosque Alemão, em Santa felicidade, no Parque Barigui (que tem pertinho dele o Museu do automóvel) e na Torre panorâmica.

3º dia
Para o segundo dia de ônibus, deixamos os pontos mais famosos, que eram o Jardim Botânico, o Museu Oscar Niemeyer (que além de uma linda estrutura externa, é inacreditável como é interessante internamente também), o Ópera de Arame e o Memorial Ucraniano.

4º dia
Nesse dia já tínhamos agendado previamente o passeio de trem da Serra Verde, que dá para os turistas uma oportunidade de conhecer a cidade de um ponto de vista diferente, além de conhecer inúmeras belezas naturais. É um passeio que leva as pessoas de Curitiba para a cidade de Morretes. Apesar do passeio de trem ser bastante cansativo, por levar cerca de 3h30 para chegar, é uma experiência única ficar no trilho nas alturas.
untitled-3-01De noite ainda rolou a oportunidade de conhecer o Bar do Alemão, bar famoso por seus petiscos e bebidas. Não tinha como perder a oportunidade de beber o submarino e ainda sair com um souvenir.
dsc_07475º dia
O último dia na cidade foi mais para as organizar as malas e ir para o aeroporto. Mas ainda deu tempo de conhecer o Museu ferroviário e o Paço da Liberdade.

Além de todos os locais citados, conheci outros, não dá pra falar sobre todos, preferi dar destaque aos que parei para conhecer profundamente. E também citei muitos restaurantes e bares um pouco mais caros, porém na maioria do dia comi em restaurantes populares, que tem ótimos preços, variando de R$5 a R$10 reais. Curitiba é uma cidade boa, bonita e barata.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s