Um divã para dois

Indicação de Vilcinéa Pereira

Um divã para dois é um filme simplesmente encantador. A riqueza de detalhes pertence a um coração sensível…

Meryl Streep e Tommy Lee Jones são Kay e Arnold, um casal de meia idade, que, ao completar 31 anos de casados, se vêem mergulhados em questionamentos sobre a sua relação de marido e mulher.

A trama começa quando Kay resolve não se conformar, resolve brigar para ser feliz. No início, uma briga solitária, mas depois de uma terapia de casal, tudo que estava adormecido vem à tona. Eles começam a se descobrir, percebendo que existe no relacionamento muita coisa não dita, muito silêncio.
Kay é a responsável por essa “sacudida” na vida dos dois, pois é ela quem propõe e paga essa terapia em outra cidade. O terapeuta, com suas perguntas e “exercícios”, cria uma atmosfera de conflitos e reflexões. Nas sessões de terapia são abordados diversos assuntos, por exemplo, o “tocar o outro” (o toque já não fazia parte da vida do casal).

A vitória de Kay, na sua luta, acontece quando ela resolve desistir. Arnold com medo de perder a esposa, pelo simples fato de não querer se expor, de preferir ficar acomodado, entende que tem que mudar suas atitudes e comportamento, em benefício dele, da esposa e do amor. Um amor maduro, onde novos prazeres são conquistados.

Lobo Hostel Bar: o melhor lugar para ficar em Cabo Polonio

Antes de começar a ler o post, saiba que poucas vezes elogiei tão escancaradamente um lugar, mas lhe garanto que quando for lá entenderá os meus motivos.

Cabo Polonio é um cantinho mágico do Uruguai (como explico neste link) e o Lobo Hostel Bar complementa essa magia de forma brilhante, dando a alegria necessária que o lugar pede em certos momentos.
O hostel está localizado na avenida principal, a vinte metros do mercado local, a cem metros da praça central e a poucos metros da praia Skull, uma das praias mais importantes da região. Lá você poderá encontrar uma casa com sala compartilhada, cozinha interna, chuveiros de água quente, espreguiçadeiras e diversos tipos de quartos. A maioria dos quartos são compartilhados, mas se você é mais reservado o local também conta com um quarto duplo ou individual.

Além de todas as características básicas de um bom hostel, no local também podemos encontrar um restaurante, que serve almoço e jantar, e um grande bar com diversos coquetéis, todos com descontos para os hóspedes. A parte mais legal deste bar, além da ótima comida, é a abertura que ele dá para músicos de diversas origens e gêneros. Foi lá que eu conheci a verdadeira La Rumbia.

Sala compartilhada

Posso indicar o lugar com tranquilidade e satisfação, pois sei que quem for será muito bem tratado e irá alcançar todas as ferramentas necessárias para encontrar paz, harmonia e diversão.

Histórias, caminhos e conquistas

Quem já não se reuniu com a família e começou a recordar histórias engraçadas que aconteceram à muitos anos atrás, onde a falta de dinheiro era uma das principais dificuldades, mas que hoje em dia, provoca gargalhadas incontroláveis.

Foi num desses dias, que eu e meu filho começamos a lembrar das dificuldades financeiras de quando ele era criança. “Oh” coisa boa… rir de uma fase da vida que só nos acrescentou, e saber que quem nunca foi pobre jamais vai dar valor.

É engraçado como lembro de coisas que aconteceram também na minha infância e me pego rindo sozinha, lembrando por exemplo, da esteira que minha mãe me mandava comprar (muitas vezes fiado) na Quitandinha. Carregava a esteira nas costas (aquela que seria a minha cama e a de meus irmãos) sem nenhum constrangimento, desfilando pela rua. “Ah” … eu era feliz e não sabia.

Meu filho, hoje com vinte e cinco anos, já mostra sinais de saudosismo. Conversando comigo em outro dia, lembrou que eu gastava o pouco dinheiro que tinha para levá-lo ao cinema, mas a pipoca tinha que ser feita em casa, ele achava um tremendo mico, porém eu achava tão prático, estava resolvendo um problema, o lado financeiro era escasso. Falava pra ele: – Meu filho, aquele pacote enorme que eles vendem lá é pura ilusão, podemos levar a pipoca discretamente na bolsa, ninguém vai reparar (risos).

Outra coisa que eu fazia com ele, tadinho, hoje em dia fico com pena, para conseguir pagar o lanche no McDonald’s, tínhamos que ir andando (cerca de 30 minutos) até o local e na volta a mesma coisa, porque o dinheiro era contado. Porém, o meu garoto, muito gordinho, topava a empreitada! Para ele valia mais o lanche, a companhia, as gargalhadas de nós mesmos quando no calor do verão as “cordinhas” pretas no pescoço e nos pés, marcadas pelas sandálias, provavam que andamos um bocado.
São muitas as histórias para compartilhar com a família e os amigos. Momentos que vão se tornar inesquecíveis e sempre irão nos fazer gargalhar quando lembrarmos.

Meu filho hoje viaja, passeia por diversos lugares e tem o privilégio de comer em vários restaurantes, mas sei que ele nunca vai esquecer da pipoca e daquele “lanchinho suado”, porque nessa vida tudo tem mais valor quando é conquistado.

A vez que o Jeca salvou o dia

Vou te falar que minha história não começa feliz…

Tínhamos acabado de chegar na cidade. Assim que chegamos começou a chover. A chuva durou o dia todo. Não cessou nem por um segundo. Já estávamos frustrados. Aí… chegou aquela hora boa: comer! Não podíamos errar no jantar e também não podíamos ir muito longe, pois sabe como é né?! A vila de Maromba (Itatiaia/RJ) fica em um local que a mistura de lama com asfalto, depois de muita chuva, fica inevitável.

Depois de muito rodar, por onde era possível, acabamos parando no restaurante com o nome mais inusitado, o Jeca Tatu. A escolha foi assim mesmo, não teve embasamento ou indicação, foi pura intuição, mas posso afirmar que a partir dessa escolha aquele primeiro dia de viagem começou a ser lembrado de uma forma mais prazerosa.

Restaurante Jeca Tatu conta com um ótimo atendimento e uma música ambiente muito animadora, ainda mais naquele tempinho frio. Sabe aquele cantinho que você vai e te faz lembrar do clima e sabor do interior? Então, lá é assim. O ambiente é leve, harmonioso e dá vontade de ficar mais. Além disso, tem a principal coisa que, na minha opinião, um restaurante deve ter: uma comida muito boa e barata!

Comemos um belo baião de dois, como pode ver na foto que está na parte inferior. Ele serve tranquilamente 3 pessoas e fica custando no máximo R$30,00 para cada, ou seja, dá pra ficar estufado comendo bem, o quê pode ser melhor?! (risos)

O local me animou tanto que no final de um dia que estava sendo chato eu já estava até acompanhando os músicos cantando uma música que eu nem conheço.

Desbravando a Pedra de Itaocaia

Em busca de uma nova trilha para seguir… fui parar mais uma vez em Maricá. Lá, encontrei a Pedra de Itaocaia, localizada na região da Fazenda Itaocaia, em Itaipuaçu. Ponto que, apesar de contar com uma área natural singular, sofre com a expansão imobiliária, que vem, há muito tempo, diminuindo os caminhos para se chegar ao topo da pedra, de 389 metros de altura.

O percurso é de nível leve para moderado e não é muito frequentado, ou seja, tem muitas partes de pedras pelo caminho e de vegetação coberta. Se também quiser conhecer esse percurso, terá que caminhar por 1h40 (ida e volta) em meio a partes fechadas, escorregadias e algumas escalaminhadas.

A trilha começa no extremo sudoeste da pedra, praticamente nos fundos do terreno de número 331, na rua 5. O caminho é ao lado direito do terreno. Chegando no local, logo pode-se encontrar um placa dando as especificações sobre a trilha e indicando onde ela inicia.

Agradeço a galera do Pitbull Aventura pelo convite. Além de ter conhecido um lugar espetacular, também fui muito bem tratado durante todo o trajeto.
Como chegar à trilha?
O ponto de referência é o posto de gasolina da entrada da Rua 1. De lá, deve-se seguir pela Estrada de Itaipuaçu no sentido Recanto e virar na próxima rua à direita. A trilha começa no lado direito do próximo cruzamento em “T”. Não é um ponto fácil de chegar, deixo um mapinha na parte inferior para tentar dar mais uma ajuda.

História curiosa do local ou lenda?
De acordo com o naturalista inglês Charles Darwin, que esteve na Fazenda Itaocaia no século XIX, a Pedra de Itaocaia foi palco de uma tenebrosa história. Darwin narrou que durante a sua estadia no local, uma escrava em fuga lançou-se no precipício de cima da Pedra de Itaocaia após ter jogado a filha do fazendeiro no tacho de melado, por vingança e ciúmes. Segundo Charles Darwin, também havia um quilombo no topo da pedra, onde os escravos da região fugiam e iam para lá. Porém, o mesmo não durou muito, pois fazendeiros se juntaram para acabar com o esconderijo.

Uma tarde no museu – 2

A palavra é essa: encantada. Gostei demais do último passeio que fiz com o meu filho. Visitamos dois museus: o do Rio e o do Amanhã. Quando chegamos no Rio andamos das barcas até aos museus, e só nesse trajeto eu já senti que valeu a pena ter saído de casa. Na minha opinião visitar museu significa somar conhecimentos, só o ambiente já causa um bem estar inexplicável. É um espaço que mostra o mundo de uma forma diferente, através de vários tipos de artes, de propostas novas, como é o caso do Museu do Amanhã, que através de telões (se é que pode ser chamado assim) nos mostra um mundo de beleza sem igual, mas em ebulição, em processo de corrosão. Lembrei de quando dava um presente para o meu filho, ainda bebê, e ele quebrava, danificava, e às vezes não tinha recuperação.

Gostei muito, porque saí de casa, porque estava em ótima companhia e porque gosto de cultura e de tudo de bom que nos proporciona.

A natureza reina em Teresópolis

Localizada no interior do Rio, Teresópolis mostra, com todo seu charme, a harmonia e beleza de uma natureza bem conservada. Em toda sua extensão (repleta de rios, cascatas e rica flora e fauna), dou destaque ao Parque Nacional da Serra dos Órgãos, uma unidade de conservação situada no maciço da Serra dos Órgãos, que também abrange os municípios de Guapimirim, Magé e Petrópolis.

Sem dúvidas, é um dos melhores parques do país para a prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada, rapel e outros. O Parque tem a maior rede de trilhas do Brasil, são mais de 200 quilômetros de trilhas em todos os níveis de dificuldade: desde a trilha suspensa, acessível até a cadeirantes, até a pesada Travessia Petrópolis-Teresópolis, com 30 Km de subidas e descidas pela parte alta das montanhas.
Entre os passeios disponíveis na parte pertencente a Teresópolis, destaco as 4 trilhas que mais gostei:

  • Trilha Suspensa
    Esta famosa trip tem um caminho bem tranquilo de ser percorrido, tendo apenas 1300 metros de caminhada reta. A trilha, iniciada na Praça da Barragem, possui piso de madeira e corrimão, permitindo acesso até a cadeirantes. No trecho final a trilha atinge grandes alturas em relação ao solo (até 8 metros) e permite belas visões da floresta e dos paredões.
  • Trilha Mozart Catão
    É mais uma trilha leve , que nos leva até Mirante Alexandre Oliveira, com vista para a cidade de Teresópolis e o Parque Estadual dos Três Picos, ao fundo. Uma curiosidade é que os nomes da trilha e do mirante é uma homenagem a dois alpinistas da cidade, mortos ao tentar escalar a face sul do Aconcágua, em 1998.
  • Trilha Cartão Postal
    Esta bela trilha, com acesso pela Estrada da Barragem próximo à pousada, cruza área de floresta com belas vistas da montanha e dá acesso a um mirante voltado para a cadeia de montanhas da Serra dos Órgãos, proporcionando ao visitante um novo ângulo de observação do Dedo de Deus do meio da floresta. No caminho é possível observar algumas grandes árvores, como o jequitibá. Apesar de ter apenas 1200 metros alguns consideram esta trilha moderada, pois é uma subida constante em uma escada natural.
  • Trilha da Pedra do Sino
    A Pedra do Sino é o ponto culminante da Serra dos Órgãos com 2.275m e lá do alto a vista alcança toda a Baía de Guanabara, a cidade do Rio de Janeiro e parte do Vale do Paraíba, no lado continental. São cerca de 11 km (cinco a seis horas) de caminhada desde a sede do Parque, em Teresópolis, a 1.100 metros de altitude, até o cume. O primeiro trecho é mais leve, por dentro da mata. Na parte final, a trilha é acidentada.

Para mais informações e detalhes sobre outros passeios acessem o site do parque.

 Preços?

Quando ir?
Todos os dias, das 8h às 17h (todas as sedes). É permitida a entrada no parque entre 6h e 8h e entre 17h e 22h, mediante compra antecipada de ingressos.

Como chegar?
A entrada principal do Parque Nacional da Serra dos Órgãos fica na área urbana de Teresópolis, na Avenida Rotariana s/nº (que interliga a BR 116 Rio-Bahia, na altura do km 89,5 à cidade), com acesso bem sinalizado. A entrada do parque fica ao lado da ponte sobre o Rio Paquequer, na entrada da cidade, próximo ao Mirante do Soberbo e ao Portal da Cidade.

Na BR 116, sentido Rio-Teresópolis, na altura de Magé, existe a praça do pedágio administrado pela CRT, com cobrança bidirecional. Há cobrança de pedágio também no sentido Teresópolis-Magé-Teresópolis.

A jovialidade do Hostel Suites Florida

Este lugar, que combina diversão com o espírito aventureiro, dá um ar mais jovial a Rua Florida. O Hostel, devido ao seu espaço diversificado, possibilita muita interação entre os hóspedes e, dessa forma, acaba animando um pouco mais a rua, principalmente no período da noite. Além disso, está situado no coração de Buenos Aires, ou seja, a poucas quadras dali estão o Obelisco, as famosas Avenidas Corrientes e 9 de Julio, o Teatro Colón, a Plaza de Mayo, o Congresso Nacional, a Casa Rosada e todos os transportes públicos necessários para os seus passeios. O metrô fica à 5 minutos a pé do local.
Posso frisar também a boa infraestrutura do espaço. Conta com diversos tipos de quartos, oferece café da manhã, doze computadores com internet e WiFi gratuito. Também possui uma área comum para fazer amizades e compartilhar histórias. Eu fiquei em um quarto misto para 8 pessoas que tinha: camas bem confortáveis, ar-condicionado, banheiro privativo, lockers grandes (cabia minha mala inteira) e um precinho bem camarada. No site e no booking é possível fazer uma estimava dos valores de cada quarto.

Um outro ponto positivo do hostel está em seu subsolo: o Fusion, um dos bares mais populares do centro da cidade. Alí, em meio à boa música e drinks, se reúnem jovens locais e extrangeiros, formando um ambiente ideal para os turistas conhecerem novas pessoas, trocarem contatos e se divertirem ainda mais.

Depois de todos esse detalhamento posso afirmar que gostei bastante do lugar. Fiz amigos, me diverti e fui bem atendido. Não tenho nenhuma reclamação para fazer, pelo contrário, acho que se você gosta de zoar bastante e ficar próximo aos pontos mais badalados da cidade, o Hostel Suites Florida, no meu ponto de vista, é a melhor escolha.

Saiba mais sobre as novas regras que permitem as cobranças de bagagens despachadas

Já percebeu que desde o início de junho algumas empresas nacionais começaram a cobrar um valor para bagagens despachadas? Se ainda não se ligou nessa nova estratégia empresarial comece a ficar ligado, pois agora existe mais uma taxa para você pagar.
As alterações nas regulamentação do transporte aéreo brasileiro foram aprovadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), com a revisão das Condições Gerais de Transporte (CGT). A agência entende que as mudanças representam um avanço importante para o setor e que irão beneficiar os passageiros através da redução dos preços das passagens e de uma maior clareza em relação às obrigações das companhias aéreas em várias situações. Também há o objetivo de aumentar a concorrência, permitindo a criação de companhias de baixo custo (low cost) no Brasil.

Além disso, as empresas aéreas afirmam que estão seguindo uma tendência mundial, alegando que essas transformações estão ligadas a um novo conceito que permitirá que você escolha a melhor forma de viajar pagando apenas pelos serviços que deseja utilizar.

O que você acha realmente disso tudo? Esse novo “benefício” está compensando a sua vida de turista ou é só mais uma táctica para as grandes empresas ganharem dinheiro?

Lembro também que houve mudança no peso da mala de mão, se antes ela só poderia ter 5 kg, agora é permitido entrar no avião sem pagar nada com até 10 kg. A mala de mão deve medir, no máximo (com bolsos, rodas e alças incluídos), 55 x 40 x 20cm quando for Gol, Azul e Avianca ou  55 x 35 x 25cm quando for Latam.

Abaixo segue um panorama dos valores cobrados atualmente pelas empresas aéreas nacionais. A imagem destacada na parte inferior foi retirada do site g1.globo.com e foi atualizada de acordo com o período que estamos vivendo.

Abraçando a arte no MAR

O Museu de Arte do Rio é composto por dois prédios de estilos arquitetônicos totalmente diferentes: o diversificado Palacete Dom João VI e uma construção que originalmente funcionou como terminal rodoviário. O espaço nos aproxima da arte de tal forma que nos faz sentir abraçado.
O passeio começa no terraço, com uma vista deslumbrante para a zona portuária, sem dúvidas minha parte preferido do museu. Em seguida, o visitante percorre os quatro andares do Palacete, que abrigam exposições temporárias e obras do acervo permanente – documentos, aquarelas de Santiago Calatrava e uma escultura de Aleijadinho. O museu, localizado na Praça Mauá, fica abeto de terça a domingo, das 10h  às 17h, e tem o ingresso no valor de R$20 reais, sendo que às terças a entrada é gratuita.
Vale destacar que o museu foi premiado com o título de melhor construção de 2013, ano da sua inauguração, na categoria museu, pelo voto popular, do maior prêmio internacional de arquitetura do mundo, o Architizer A+ Awards. O MAR concorreu com os museus Heydar Aliyev Center (Azerbaijão), New Rijksmuseum (Holanda), Zhujiajiao Museum of Humanities & Arts (China) e com o Danish Maritime Museum (Dinamarca).